16 de janeiro de 2013

Ednalva Marinho da Silva Cordeiro - Educadora por Amor

* 22.10.1935
+ 04.05.2012

Ednalva Marinho da Silva Cordeiro nasceu em Custódia em 22 de Outubro de 1935, filha do casal Olímpio Raimundo da Silva e Maria Marinho da Silva, conhecida por Maria Caju. Tinha dois irmãos: Juracir Marinho (falecido) e Expedito Marinho que muito jovens foram embora em busca dos seus sonhos, ingressando na marinha. 

Seus pais, pequenos comerciantes, possuíam uma mercearia onde hoje funciona a panificadora Delícia do Pão (Rua Dr. Manoel Borba). Com 9 anos de idade, perdeu seu pai e a partir desta data, passou a viver com sua mãe que lhe cobria de amor, atenção e não mediu esforços para que ela estudasse e realizasse o sonho de ser PROFESSORA

Mesmo muito humilde Dona Maria Caju valorizava uma boa educação e para complementar sua renda ainda fazia doces caseiros para vender. 

Em 1960 perdeu sua mãe, passou a morar com Luiz Caju e Dona Maroquinha, pais de Zezito Caju. Ednalva estudou nos colégios internos de Triunfo e Bom Conselho. Cursou duas faculdades. Fez Licenciatura curta de Estudos Sociais na Faculdade de Arcoverde e Licenciatura Plena em História a Faculdade de Professores de Caruaru. Mesmo com as dificuldades em conseguir transportes, enfrentava caronas e riscos, não desistiu. 

Iniciou sua carreira de educadora no ano de 1964, no distrito da Maravilha, lecionando lá por 2 anos. Em 1966, passou a lecionar no Grupo Escolar General Joaquim Inácio, tendo sido admitida na rede estadual através de concurso público. Foi professora também do antigo Colégio Padre Leão (atual Colégio Municipal Ernesto Queiroz). 

Casou-se com o comerciante do ramo de sapataria José Cordeiro dos Santos, mais conhecido por Duquinha. Mesmo com sua elevada jornada de trabalho na educação ainda tinha disposição para ajudar na administração do comércio de seu esposo, que na época tinha 40 funcionários. 

Netos: José, Rafael e Junior, filhos de Antônio e Claúdia

Da união matrimonial com José Cordeiro dos Santos, tiveram seis filhos: Olímpio (comerciante), Antônio (comerciante) ambos residem até hoje em Custódia; Maria Inês (Psicóloga e comerciante) residente em Recife; Poliana (Cirurgiã Dentista formada pela Universidade de Pernambuco e Auditora Fiscal da Receita Estadual da Paraíba); Juraci formado em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco, com Pós Graduação, comerciante na cidade de Águas Belas; e Herbet, comerciante na cidade de Petrolandia. 

Olímpio, esposa Lúcia e filhas Jéssica e Jussana

Tinha 14 netos e 3 bisnetos. 

Bisneto Luis Henrique

No ano de 1984 foi vítima de um grave AVC. Pela gravidade da sua doença, precisou residir em Recife, em busca de tratamento médico, levando consigo seus três filhos caçulas(Poliana, Juraci e Herbet). 

Mesmo com sua saúde fragilizada e as dificuldades de morar em uma grande cidade, deu a todos uma boa educação ensinando principalmente amor e respeito ao próximo. 

Em 21 de maio de 1988, ficou viúva e continuou assumindo com mãos de ferro a dura responsabilidade de mãe e pai, mantendo o patrimônio deixado por seu marido, sem de nada desfazer. 

Dona Ednalva costumava dizer que um dos maiores prazeres da sua vida foi ter sido professora. Porque lecionava por amor e vocação e que cada vez que encontrava um ex-aluno tinha uma imensa satisfação. Dizia também que a escola era seu segundo lar. 


Gostava muito de vir para Custódia passear, assistir as missas na Paróquia de São José, rever seus amigos e conterrâneos. Era prima legitima do inesquecível Padre Assis. 

No dia 02 de abril de 2012, submeteu-se a uma complicadíssima cirurgia cardíaca, com duração de mais ou menos de 9 horas. Como guerreira, lutou pela vida com todas as suas forças, acreditando em Deus, jamais perdendo a esperança. 

A sua grande vontade de viver era percebida e elogiada pela equipe médica. Faleceu no dia 04 de maio de 2012. 

Texto enviado pela família

Um comentário:

  1. MEU NOME É MARCOS EUGENIO, FILHO DE CHICO EUGENIO, OU CHICO COLETOR,EU TIVE O PRIVILEGIO DE SER ALUNO DA MUI DIGNA MESTRA EDNALVA NO TEMOI EM QUE MOREI EM CUSTODIA, DOS ALUNOS QUE ME LEMBRO ESTAVA EU MARCOS EUGENIO, MAZÉ LIMA LEITE, MAGGUI E TANTOS OUTROS ALUNOS QUE DEVE TER TIDO A SORTE E PRIVILEGIO DE TER SIDO ALUNO DA INHA QUERIDA METRA DONA EDNALVA.A FAMILIA DELA, OS MEUS SENTIMENTOS E OU MESMO TEMPO DIZER QUE CUSTODIA DEVE E DEVE MUITO A ESSA GRANDE FIGURA HUMANA E PERSONAGEM DA HISTORIA DA NOSSA CIDADE, QUE DEUS ILUMINE O SEU ESPIRITO DANDO A SUA ALMA O DESCANÇO ETERNO. A SENHORA DEDICOU AOS CUSTODIENSES TODA A SUA VIDA E TODO O SER SABER E COM ISSO DEU A SUA CONTRIBUIÇÃO EFETIVA E MQARAVILHOSA A SUA TERRA E A SUA GENTE.

    ResponderExcluir