7 de maio de 2014

Vereador nega cunho político em protesto em Custódia


O vereador Gilberto de Belchior rebateu, há pouco, as acusações do colega parlamentar Roni Barbalho de que o protesto realizado no último sábado no município de Custódia e que acabou interditando um trecho da BR-232 por quase três horas tenha sido motivado por razões políticas. Segundo ele, a reivindicação da pavimentação do asfalto no trecho é um pleito antigo dos moradores da comunidade de Quitimbú e que até então não foi atendida por representantes dos governos federal e estadual.

Leia:

"Em virtude de minha foto ter aparecido em uma postagem no Blog do Magno, enviada pelo vereador Roni, quero informar que é um grande equívoco do colega parlamentar querer tirar o mérito desse protesto, que há muito tempo vinha sendo gestado pela comunidade de Quitimbú e que acabou sendo concretizado no último sábado, com o fechamento da BR-232 por mais de três horas.

O povo de Quitimbú está de parabéns, porque fizeram um ação que deve ser elogiada e não criticada dessa forma. Aliás, acho que o povo de Quitimbú tem razão, quando afirma em nota publicada no Blog de Itamar, que 'se os vereadores Roni e Paulino pediram esse asfalto ao então governador Eduardo Campos e não foram atendidos, isto era motivo para eles estarem do lado do povo e não do ex governador'.

Sabendo do protesto, me dirigi ao local e lá permaneci até o final, colaborando da forma que pude, sem me preocupar com qualquer ganho ou prejuízo político. Agora, se o governo não der uma resposta rápida a esse pleito, cujo projeto já foi licitado, aí sim eu estarei envolvido de corpo e alma por essa obra que irá beneficiar muita gente, não só de Custódia, mas de toda região do Moxotó e do Pajeú.

Abraços,

Gilberto de Belchior.
Vereador de Custódia."

Com informações do Blog do Magno Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário