5 de fevereiro de 2016

É POSSÍVEL GOVERNAR SEM ROUBAR? A DESONESTIDADE TEM CURA?

Por Altamir Pinheiro

A ninguém é dado o direito de ter bandido de estimação adotado, ainda que vontade não falte a muitos. Pois bem!!! Já votamos antes em Partidos Políticos, em Líderes Políticos e Populistas, mas sempre com a esperança que a HONESTIDADE ainda daria as cartas. Estamos chegando ao ponto de termos nas próximas eleições presidenciais ausência total de nomes e Partidos para darmos nosso aval. Se nada mudar até lá, em 2018, o melhor é não sair de casa no dia das eleições e deixar de ir às zonas eleitorais e ser cúmplice. No campo da ladroagem generalizada algo me diz que o PSDB também está a caminho de seu auto assassinato. Santa mãe de Deus, este país tá um horror, um pesadelo sem fim...

A honestidade pode ser uma característica de uma pessoa ou instituição que signifique falar a verdade, não omitir, não dissimular. O partido político que é honesto repudia a malandragem a esperteza de querer levar vantagem em tudo.No meu entender, o PSDB não pensa assim!!! Eu gostaria muito de saber o que cogita os caciques do PSDB, que POUSAM de oposição viril e, em vista da maledicência que o país atravessa que nos informassem o significado dessa instituição chamada PSDB: ela prega a verdade? Ela repudia a malandragem? E a esperteza de querer levar vantagem em tudo, o que é que esse maior partido de oposição acha desses procedimentos?

O Partido que tiver coragem de admitir que houve ou está havendo corrupção sob seus mandatos e apontar uma mudança, será visto de outra forma. O que mais ofende o cidadão decente deste país é a arrogância dos criminosos diante dos fatos. Como faz, também, boa parte dos opositores ao atual partido que comanda a nação. O PSDB não admite que é um partido corrupto... Como escreveu recentemente o jornalista Josias de Souza: “Se o assalto à Petrobras espanta pelo volume, o roubo da merenda escolar em São Paulo, assusta pela DESFAÇATEZ da corrupção miúda...”.

No Brasil, temos uma direita que está se tornando EXTREMA em excesso, e está ganhando espaço nas redes sociais numa velocidade impressionante. Leia-se: Jair Bolsonaro, Ronaldo Caiado e adjacências... Isso é péssimo!!! Isso não é e nunca será interessante!!! Está havendo uma guerra entre os dois lados, e o povão não se apercebe disso (principalmente aquelas pessoas de menores poder aquisitivo no campo da instrução ou intelectualidade). Nosso país está dividido. Nunca nos odiamos tanto. É um fato. Nas redes sociais, nos ônibus, nos botecos, restaurantes, na Padaria Suiça, no Chocolate, na buchada do gago, nos bailes da vida, onde quer que tenha alguém conversando sobre algum assunto que faça alguma referência à política, o ódio vem logo à tona. E a discussão é sempre fulanizada: a direitona escrota e a esquerda acuada...

Quais os conceitos de dignidade que interessariam a essas instituições partidárias se tivessem o mínimo de decência?!?!?! Para eles o que quer dizer: honradez, decoro, probidade, compostura, pudor, lisura, honra e o principal: VERGONHA NA CARA!!! Bem, quanto à vergonha, só ainda não perderam de vez, porque quando se perde alguma coisa, só se perde aquilo que se tem. Ou, traduzindo para o nosso português rasteiro: ninguém perde o que não tem!!! Agora, uma coisa fica em estado de alerta e muitos hão de concordar: Quando os que COMANDAM perdem a vergonha, os COMANDADOS perdem o respeito...

Nenhum comentário:

Postar um comentário