20 de janeiro de 2016

Este ano já choveu quase 600% a mais que o mesmo período de janeiro de 2015, atesta Dnocs


Em 2016 as chuvas de verão em Serra Talhada já contabilizam um índice pluviométrico quatro vezes maior que todo o mês de janeiro do ano passado.

De acordo com dados coletados pelo FAROL DE NOTÍCIAS, junto ao Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), do dia 1º de janeiro a esta terça-feira (19) já choveu 166,6 milímetros.

No mesmo período de 2015, foram registrados apenas 23,9 milímetros, o que representa um aumento de quase 600% na pluviometria, de um período para o outro. Já na contagem do mês inteiro, em janeiro de 2015 choveu apenas 40 mm.

Segundo informações da agente administrativa do Dnocs Inalda Alves, o volume do Cachoeira II – principal manancial de abastecimento de água da cidade – está em 4,34 milhões de metros cúbicos atualmente.

No período anterior às chuvas, o reservatório contava com apenas 2.68 milhões. A capacidade total do lago é de 21 milhões de metros cúbicos. Apesar das chuvas, a Compesa ainda mantém o sistema de 48 horas sem água na Capital do Xaxado. (Foto: Alejandro García)

Nenhum comentário:

Postar um comentário