1 de julho de 2014

Custódia: Médico é dispensado e alega perseguição Política


Dr. José Wilson foi devolvido ao Hospital Regional de Arcoverde, depois de ter solicitado uma ambulância para a transferência imediata de uma paciente. Ele afirmou que ao chegar ao hospital de Custódia, como de costume para o trabalho, foi recebido com a seguinte informação: "Doutor, o prefeito mandou avisar que o senhor a partir desta data não trabalha mais nesta unidade”.

Emprestado há alguns anos, ele fazia parte do quadro de médicos do Hospital Municipal. Em conversa com o Repórter do Pajeú, Itamar França, Dr. José Wilson alegou perseguição política, acredita que por ter sido candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada pela ex-secretária municipal de Saúde Anne Lúcia (PSB), nas eleições de 2012. O médico declarou que vai procurar o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) para denunciar o prefeito Luiz Carlos (PT).

Com informações Itamar França

Um comentário:

  1. o Sr. Prefeito mostra mais uma vez que não está nem aí com a população custodiense; dispensar um médico competente, carismático, que tem dedicado toda sua vida a servir a população custodiense independente de cor, condição financeira e principalmente partido político, é pura insanidade, principalmente diante da carência de profissionais na área de saúde no nosso município.
    Outro fato que mostra o desrespeito e a falta de compromisso com o povo é a Casa de Saúde poder atender a população de outros municípios pelo SUS e não poder atender a população de Custódia, pois, o Sr. Prefeito vem impedindo junto ao SUS a liberação da mesma para atendimento a nossa população.
    Nós professores do município, é bem verdade que toda vida sofremos atos de perseguições, porém, agora toda a categoria está sendo insultada, caluniada, desafiada e perseguida de uma forma já mais vista em nossa Custódia; desde já, me solidarizo com o Dr. José Wilson e com toda população carente de Custódia que é quem mais perde com as picuinhas políticas de Custódia.

    ResponderExcluir