1 de julho de 2014

Argentina vence Suíça na prorrogação

Di Maria marcou o gol da vitória após 
receber um passe preciso de Messi

Em outro jogo eletrizante da Copa do Mundo a Argentina venceu a Suíça por 1x 0 gol do atacante Di Maria aos 118 minutos de partida, quando faltavam apenas dois minutos para encerrar a prorrogação.

O primeiro tempo foi equilibrado e a seleção européia teve as melhores chances do jogo. Drimti perdeu o chamado “gol feito”. Sozinho na frente do goleiro chutou fraco para defesa do bom goleiro Benaglio.

Na segunda etapa a Argentina foi mais time e pressionou em busca do gol. A Suíça ficou toda atrás, dando mostra de que queria levar a decisão para os pênaltis. Diego Benaglio fez pelo menos duas grandes defesas.

O jogo foi para a prorrogação e as duas seleções, nitidamente cansadas, não tiveram mais técnica nem força para atacar. Tudo indicava que terminaria mesmo 0 x 0. Foi aí que mais uma vez Leonel Messi fez a diferença: pegou um bola pelo meio, carregou na velocidade, se deslocou dos homens de defesa e na hora certa deu um passe de mestre e Di Maria com categoria chutou no canto, abrindo o placar.

Quem entendeu que a “fatura” estava liquidada se enganou. A Suíça foi com tudo para cima e não empatou a partida por falta de sorte. Numa bola levantada na área o atacante cabeceou certo, pra baixo, mas a bola por capricho bate no pé da trave. Foi um lance que lembrou aquele chute do Chile no travessão, contra o Brasil, no final da prorrogação.

A Argentina enfrentou um adversário valente, com alguns jogadores talentosos. Mas a seleção sul-americana foi melhor e o resultado acabou sendo justo.

Quatro campeões mundiais já garantiram vagas na próxima fase da Copa: O Brasil, a França, a Alemanha e a Argentina, além da Holanda, que foi três vezes vice-campeã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário