16 de outubro de 2013

Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste ajuda a mudar realidade de empresas pernambucanas

O empresário de Cachoeirinha (PE), Joanã da Silva Ferreira, começou a sua empresa de confecção de pijamas infantis há três anos. Na época, a ‘Pan Fux’ era tocada por apenas seis funcionários. Hoje, graças aos recursos obtidos por meio do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) - financiados pelo Banco do Nordeste -, a empresa de Joanã dobrou o número de empregados e o faturamento também. “Posso garantir que essa foi a solução de todos os meus problemas”, afirma o empresário.

Ele conheceu a linha de crédito por meio de seu gerente bancário, em 2011. Joanã conta que investiu o dinheiro na aquisição de novas máquinas e na contratação de pessoal. “Agora, eu atendo consumidores de Sergipe ao Rio Grande do Norte e já estou precisando ampliar novamente o meu espaço físico e o maquinário”, conta o empresário, que obteve o recurso do FNE em novembro do ano passado.

Assim como Joanã Ferreira, o empresário Mário Freitas Filho - que atua na área de locação de guindastes e transportes especiais, em Caruaru (PE) - também recorreu ao Fundo e teve o faturamento e o RH de seu negócio dobrados. Atualmente, a sua empresa, a ‘CODEQUIP’, possui um quadro de 50 funcionários e existe há cerca de 20 anos no mercado.

Mário revela que, com a aquisição do financiamento, pôde investir mais R$ 10 milhões na renovação da frota e aquisição de novos veículos para ampliar a sua área de atuação. “Pude modernizar a minha empresa e, consequentemente, gerar empregos na região. Sem dúvidas, indicaria aos empresários a recorrerem a esta linha de crédito, pois as condições de pagamento e taxa de juros facilitam muito o nosso caminho”, garante ele.   

Caravana FNE - Nesta terça-feira (15), representantes do Ministério da Integração Nacional – órgão que administra o Fundo -, do Banco do Nordeste e da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE) estarão apresentando a outros pequenos empreendedores na Câmara dos Vereadores do município de Cachoeirinha (PE) as facilidades e os benefícios das linhas de crédito.    

A Caravana tem o objetivo de aproximar Micros e Pequenas Empresas (MPEs) dos recursos do FNE e, assim, aumentar o número de empreendedores e as aplicações do Fundo. A ação faz parte de uma série de eventos que serão promovidos pelo interior dos estados da área de atuação do banco, considerados com economia estagnada.

“A meta do governo federal, de promover maior distribuição dos recursos, foi alcançada em 2012, quando todos os municípios da área de atuação dos fundos regionais foram contemplados com, ao menos, um financiamento. Agora, em 2013, a meta é dar continuidade e intensificar esse trabalho, promovendo uma maior inclusão social e a democratização do acesso ao crédito, ampliando os financiamentos para os pequenos e médios empreendedores, rurais e urbanos, sobretudo nas regiões menos assistidas pela rede bancária”, garantiu o secretario de Fundos e Incentivos Fiscais do Ministério da Integração Nacional, Jenner Rêgo.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário